FANDOM


Scuderia Família Peugeot da ASAUTOPL
Logo SFP 2008
Logo oficial da equipe usada em 2008

Fundação:

1974

Fundador(es):

João Peugeot e Tony Peugeot

Dono:

Associação Automobilística de PeugeotLândia (ASAUTOPL)

Pilotos Atuais:

Eddie Peugeot (01) e Freddy Peugeot (02)

Primeiro GP:

Grande Prêmio do Brasil de 1974

Primeira Vitória:

Grande Prêmio do Brasil de 1975

Último GP:

Grande Prêmio do Brasil de 2012

Última Vitória:

Grande Prêmio do Brasil de 2012

Scuderia Família Peugeot mais conhecida pelas as siglas SFP é uma equipe, a mais antiga da Fórmula Peugeot. Foi fundada pelos irmãos João e Tony Peugeot em 1973. A equipe é controlada e administrada pela Associação Automobilística de PeugeotLândia, a ASAUTOPL, desde a criação da Fórmula Peugeot.

HistóriaEditar

Com a criação da então Associação Faceredlandista de Automobilismo (atual Associação Automobilísitca de PeugeotLândia, a ASAUTOPL), os irmãos João e Tony Peugeot pediram aos colegas da associação da vila para poder criar as suas respectivas equipes da associação automobilística. Em 21 de Dezembro de 1973, nascia a Scuderia Família Peugeot, nos dias seguintes, as outras equipes, como Maserati, Roberlandês e Peugeot, também foram criadas.

Em janeiro de 1974, João, Tony e os donos das outras três equipes fizeram uma reunião que levou a contratação dos novos mecânicos e engenheiros, onde projetaram os seus respectivos carros. Em seguida, alugando o circuito de Estoril por dias, os carros das equipes foram testados com os motores Cosworth V8. Após disso, meses depois de tantas reuniões com autoridades para os eventos-teste, foi realizada a primeira corrida na história da Fórmula Peugeot, no dia 10 de março de 1974, em Maués (Brasil). Depois de 40 voltas, João venceu a corrida-teste, aprovando o circuito de rua. Posteriormente, a Scuderia Família Peugeot e as três equipes testaram nos circuitos de Zolder, Watkins Glen, Monza e Silverstone.

Em 1975, a Scuderia Família Peugeot começou descolando com a primeira corrida oficial, em Maués (Brasil), com João Peugeot vencendo a corrida. De repente, o seu rival, Tony Mori Neiva, acabou invadindo a equipe Maserati e consegue o direito de ser o titular da equipe, para a ironia do João. Mas a Maserati era mal-desenvolvida, o que levou a facilidade da SFP nas primeiras temporadas.

Com os títulos de 1975, 1976, 1977, 1978 e 1979, João Peugeot faturou cinco títulos próprios, dividindo as faturações com as outras equipes. Mas em 1979, a sua nova concorrente, a Scuderia Marmito, originou outra associação, chamada Associação Automobilística de MarmitaLândia (recentemente a vila de Morilândia foi renomeada como MarmitaLândia, além de ser elevada à cidade) e estreou em setembro no GP da Holanda. Porém, a Marmito começou mal com problemas mecânicos, para mais facilidade da concorrente. Após a temporada, a Marmito decidiu apostar alto com os motores Decosworth (usou os fracos Juntt na temporada de 1979) para a temporada de 1980 e os pneus Coldstone, enquanto a Scuderia Família Peugeot decidiu apostar ainda com os motores Decosworth e permanecendo com os pneus Coldstone.

Mas na temporada de 1980, depois de começar bem nas primeiras corridas, a Scuderia Família Peugeot começou a se sentir defasada em relação do novo carro da Marmito (MRM-8013) com o próprio carro (SFP-705B), por diferenças entre a potência do motor à cavalos (cv), onde a Marmito tem mais potência à cavalos do que a SFP. Com isso, a Marmito chegou a vencer mais corridas (11 naquela temporada, entre 7 da Marmito e 4 da SFP) e faturar o primeiro título e quebrando a hegemonia da SFP. Nessa temporada, nascia a clássica briga do João com Tony Mori, que durou até a morte do João Peugeot, em 1985.

A derrota da Scuderia Família Peugeot pela Marmito nas quatro temporadas seguintes com as maiores vitórias do Tony Mori e Losger Mori Neiva levou a uma crise à ASAUTOPL, que vendeu quase todas as suas equipes, pois estava endividada com as ambas equipes e perdendo patrocínios. A Scuderia Família Peugeot, a única equipe sob controle da ASAUTOPL, era a mais ameaçada de ser vendida depois de vender Roberlandês, Maserati, Peugeot, Vedalves Peugeot e Tony Fernando e não chegou a comprar a Viveiros depois quando a FPLA impediu a venda. Mas em 24 de Agosto de 1985, João Peugeot se sentiu adoecido com trombose cerebral e no dia seguinte, véspera do Grande Prêmio de Portugal daquele ano, João Peugeot faleceu, definindo o cancelamento excepcional da corrida.

A morte de João Peugeot custou um prejuízo total de $3.321.050,00 da ASAUTOPL, onde a ASAUTOML decidiu dividir o faturamento à associação rival para pagar o prejuízo e depois, deixar a Scuderia Família Peugeot a levar o título da temporada, pois a Marmito havia faturado 7 corridas das 13 da temporada e a SFP faturou 6 corridas para pontuar a mais do que a Marmito com os pilotos Tony Peugeot e Humbertyo Peugeot.

Em 1986, a Scuderia Família Peugeot foi vice-campeã quando Humbertyo Peugeot se transferiu para Benetton e posteriormente, rivalizar o ex-parceiro e faturar o título, junto com a equipe recém-criada na temporada anterior. Nas temporadas seguintes, a equipe faturou o vice-campeonato das temporadas (exceto em 1992, quando foi ultrapassada pela Marmito), enquanto outros pilotos conquistaram até 1996 os campeonatos como Humbertyo Peugeot (Benetton/1986-1987), Jiraiya (McLaren/1988-1989, Petrobras/1995-1996) e Asuma Sarutobi (Peugeot/1990, Petrobras/1991-1992-1993-1994), trazendo bons lucros para equipe e da sua rival Marmito.

Para quebrar a hegemonia das outras equipes, em 1997, o então presidente da ASAUTOPL e da Scuderia Família Peugeot, Tony Peugeot, decidiu trazer o seu sobrinho Eddie Peugeot, recentemente afastado da mídia por preconceito, anteriormente famoso por protagonizar o próprio gibi e desenho animado desde 1984, por assumir o seu ateísmo. Segundo Tony Peugeot, Eddie não mereceu assumir e sumir da mídia por esse motivo e quer quebrar barreiras e transformar a equipe num exemplo de superar limites de tudo. Eddie estreou no Grande Prêmio da Austrália em Adelaide, onde faturou a sua primeira vitória e quebrou o protocolo ao pegar o microfone e dizer o que o mundo aprenderia a todos para quem assume a sua religião. Eddie precisava enfrentar o próprio parceiro Emerson, que era um piloto ágil e quase venceu uma corrida em 1996. Emerson vencia poucas corridas e Eddie já estava vencendo muitas, onde conquistaria o seu primeiro título em Maués.

Em 2000, Eddie quebrou o recorde do Tony Mori Neiva por faturar 10 corridas consecutivas, anteriormente Tony Mori faturou 9 corridas consecutivas em 1983, além de faturar o seu quarto título ao lado do seu novo parceiro Humbertyo Peugeot, que substituiu Emerson por conta da desqualificação do piloto após o GP do Canadá e ganhou um novo rival, Rafael Mori Neiva, da Marmito, que quebrou os laços de faturamento após 15 anos. No ano seguinte, em 2001, Rafael Mori e seu tio, Losger Mori, entraram em guerra de risco para tentar faturar a temporada, e impedir a hegemonia da SFP. Com muita agilidade, Eddie venceu mais do que Humbertyo, mas os Marmitos venceram mais do que os SFP, porém, com a contabilidade, no GP de San Marino, penúltima corrida daquela temporada, Losger Mori venceu, mas Humbertyo chegou em segundo e impediu os Marmito a faturar a temporada. Em Maués, Rafael Mori foi pole position, mas Eddie tinha agilidade para tentar impedir que os Mori Neiva possam conquistar a temporada. Durante a corrida, Eddie ultrapassou Rafael Mori na reta Santina Felizola e Humbertyo também ultrapassou, deixando SFP nas primeiras colocações. Os Marmitos precisavam fazer uma pequena parada nas 18 voltas seguintes para poder economizar aderência de chuva.

Nas proximidades das voltas finais, Rafael Mori toma um descuido e erra a chicane do porto, resultando uma passagem para os boxes para pagar a punição, prejudicando a corrida do piloto, que caiu para 10a colocação, e Losger Mori abandonou a corrida por superaquecimento do motor depois de forçar muito a aceleração. Bastou ao Eddie e Humbertyo à cruzar a linha de chegada e levar o Eddie Peugeot à mais um título junto com a equipe. Foi a última corrida da Marmito na sua primeira fase (1979 > 2001)

Em 2002, a equipe entrou numa era não-agradável, quando a Ferrari parou de fornecer os motores à equipe, o que fornecia desde 1996 e o fim do patrocínio de uma famosa marca de cigarros, onde a equipe trocou para uma amarelada por duas temporadas. Para a temporada, a SFP retornou a usar os motores Cosworth por quatro temporadas, cada temporada, a potência aumentava. A SFP começou mal em 2002 já com a Williams vencendo o GP da Austrália e as consecutividades vitórias da novata Scuderia Naruto Ferrari, que agora, sua antiga fornecedora de motores é da SNF. A equipe finalizou com o vice-campeonato a temporada 2002, mas entrou em processo judicial contra a Scuderia Naruto Ferrari por ter sabotado os planos secretos da equipe, que o caso ganhou o nome de "SFPabotage".

Durante a temporada de 2003, a equipe perdeu seu piloto Humbertyo Peugeot num acidente fatal no Grande Prêmio da Bélgica, pois o piloto recusou de usar o suporte HANS (suporte usado pelos pilotos para evitar graves lesões na coluna nos acidentes mais graves) para corrida, dizendo que o atrapalhava a concentração. A equipe ficou de luto, principalmente Eddie Peugeot, que, depressivo, não disputou e foi substituído por Derek Peugeot nas duas corridas seguintes. Para o plano B, o então presidente da ASAUTOPL e da equipe e ex-piloto da homônima equipe, Ronald Peugeot, disse que conversou com Eddie Peugeot e ele diz que voltaria a disputar a temporada e pediu a testar o seu irmão, Freddy, no GP de Mônaco. Freddy Peugeot dirigiu bem melhor e foi o terceiro colocado na corrida, recebendo uma boa aprovação dos engenheiros da equipe.

No ano de 2004, nas comemorações dos 30 anos da categoria, a Scuderia Família Peugeot trocou de patrocinador no meio da temporada, repintando o carro de amarelo para azul por conta do seu novo patrocinador. A equipe bem que venceu apenas 4 corridas das 17 da temporada, duas poles e bons pontos, além do vice-campeonato. Eddie e Freddy Peugeot fizeram ótimas corridas, embora como dito, apenas 4 corridas foram vencidas pelo Eddie. Freddy conseguiu suas duas primeiras poles para a própria equipe.

No ano de 2005, a temporada daquele ano foi quente com as vitórias divididas da SFP com a SNF nas 17 corridas. Em San Marino, Freddy foi derrubado com pneu furado e parou na Tamburello, depois, culpou a SNF por ter causado o acidente, que foi o Naruto que apedrejou uma mola solta no pneu do carro do Freddy quando abandonou na curva Villeneuve, pelo mesmo motivo. Eddie venceu a corrida, pontuando mais 10 pontos para a equipe, depois de quatro corridas dominadas pela SNF e Naruto. A predominância continuou em Mônaco, com a pole e vitória do Eddie Peugeot; na Bélgica, com a pole do Eddie e vitória de Freddy, a primeira vitória do piloto; na Inglaterra, com a pole de Freddy e a vitória do Eddie; no Canadá, com a pole e vitória de Freddy; na Alemanha e Europa, com a pole e vitória do Eddie; e na Itália, com a pole e vitória de Freddy. Com essa predominância, a Scuderia Família Peugeot voltou a ser considerada a favorita da temporada, dividindo a favoritismo da Scuderia Naruto Ferrari. Em Maués, Eddie e Naruto já estavam na briga pelo título, enquanto o público hostilizava Naruto e tentaram favorecer Eddie. A corrida foi apertada com a chuva e a chicane na Reta Santina Felizola, adicionada após o acidente grave de Ferdinand Hill no ano anterior.

Eddie e Freddy foram apertados e quase quebraram os seus carros no meio da chuva, mas nada adiantou quando os SNF ultrapassaram e venceram a corrida final, para a ironia do público que começou a apedrejar garrafinhas na pista como hostilização. Naruto "agradeceu" ao público, mas Eddie respondeu na coletiva, abusando de palavrões, dizendo que "Naruto fala de tudo que é uma m#rda e sabota equipes, corrompe pilotos e suborna associações e federações" e completou dizendo: "Estou ao lado do povo, não da p#rra da política!".

Em 2006, a equipe repotencializou o motor V8 da Cosworth para tentar superar os SNF, revogou com toda a sua situação financeira e mudou o seu carro. Na primeira corrida, em Interlagos, a equipe assustou a SNF com a vitória do Eddie e pole do Freddy. O susto continuou em Malásia, com Freddy; Bahrein, com Eddie na pole e Freddy na vitória; e Austrália, com Eddie na pole e vitória. Mas em San Marino, a SNF reagiu forte e obteve pole e vitória, além das corridas seguintes, em Mônaco, Europa, Inglaterra e Canadá. Porém, a SFP voltou a reagir contra os SNF em Alemanha, Portugal, México e Itália. Nas últimas corridas, já era para SNF, que obteve o título com Naruto.

PatrocíniosEditar

Scuderia Família Peugeot - 1975 - 1988 - Nenhum patrocinador

Scudeira Família Peugeot Marlboro - 1989 - 2001 - Marlboro

Benson & Hedges SFP - 2002 - metade de 2004 - Benson & Hedges

Scuderia Família Peugeot Rothmans - metade de 2004 - metade 2005 - Rothmans

Santander Scuderia Família Peugeot Ferrari - 2011 - hoje - Santander & Ferrari

ConclusãoEditar

Eddie Peugeot é considerado o maior piloto da equipe, que ultrapassou do pai (João Peugeot) e dos grandes pilotos. Ganhou mais de 200 corridas e mais de 100 pole positions.


Equipes da Fórmula Peugeot
Atuais (Temporada 2014)

SFP (1974 >) - SYC (2009 >) - Williams (1998 > 2003, 2007 >) - Lotus (1991 > 1998, 2001 > 2004, 2007 > 2009, 2010 >) - Petrobras (1991 >) - Porsche (1998 >) - Mercedes (1995 >) - Renault (2009 >) - Honda (1989 >) - Jordan (1991 >) - Marmito (1979 > 2001, 2008, 2014 >)

Antigas

Benetton (1985 > 2008) - Footwork (1990 > 1994) - Viveiros/IVT (1975 > 1982, 1993 > 1996) - Jeyton Mouse (1984 > 1992) - Marmitolandês (1980 > 1988) - Maserati (1974 > 1997) - McLaren (1982 > 1994) - Minardi (1990 > 2008) - SFF (2005 > 2006, pré-2010) - SNF (2002 > 2007, 2010 > 2013) - Peugeot (1974 > 1990) - Roberlandês (1974 > 1983) - Serafim (1978 > 1990, 1999 > 2000) - Tony Fernando (1976 > 1981) - Toyota (2009 > 2012) - Tyrrell (1989 > 1996) - Vedalves Peugeot (1974 > 1990)

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória